Xadversting

Aposta online gol de placa | Futebol ao vivo, resultados, classificações

Gustavo RabirerosAutor da publicação: Gustavo Rabireros

O jogo O Criciúma começou o jogo melhor, pressionando a saída de bola da Chapecoense, e foi numa situação dessas, que, a cinco minutos, na pressão de Andrew, em cima do zagueiro Gum, aconteceu a penalidade máxima, que acabou sendo desperdiçada por Reis. A Chapecoense ficou atrás, esperando o contra-ataque, e foi assim, que, no final do primeiro tempo, fez o seu gol. No segundo tempo, o Tigre caiu de produção, sentiu a parte física, a Chape fez o segundo gol, outra vez num contra-ataque, e aí só passeou em campo.

Agora é estadual Outra vez o Criciúma irá enfrentar um time de melhor qualidade, e muito certinho, neste estadual, que é o Avaí, na semifinal de domingo, na Ressacada. Claro que o time da capital é melhor, e não será fácil ganhar deles, em Florianópolis. Mas, como sempre dizemos, o jogo é jogado, e nem sempre o favorito ganha.

Da pior maneira possível

Da pior maneira possível

Não poderia ser pior, o início de campeonato brasileiro, para o Criciúma. Nem o mais pessimista poderia imaginar que o Criciúma iria perder, na estréia, para o desconhecido e inexpressivo Cuiabá, dentro de casa. Não foi ruim, foi horrível. O time não jogou nada, se atrapalhou o tempo todo, e, outra vez, vimos jogar por uma bola parada. Faz tempo que é assim. É só na bola parada. As mudanças feitas pelo técnico, Gilson Kleina, deixaram o time pior do que estava na reta final do campeonato catarinense. As saídas do zagueiro Derlan, e do lateral esquerdo, Marlon, foram um desastre. O alerta tinha sido feito na rádio Eldorado, durante a semana, quando vimos que estas mudanças aconteceriam. Torcíamos para que estivessemos errados, mas o jogo de sábado comprovou que estávamos certos.

Muda o esquema?

Muda o esquema?

Notas baixas ninguém se salvou, na apática atuação de sábado. no Heriberto Hülse, em mais uma estréia com derrota, do Tigre, na série B nacional. Vimos um time lento, atrapalhado com as mudanças feitas pelo técnico. Vimos um zagueiro estreiante, Léo Santos, muito lento, fora de sintonia, e um lateral esquerdo, Caíque, que nem defendeu, nem atacou. Outra vez, o meio de campo não criou nada, e, por consequência, o ataque não funcionou. Foi brabo de ver o Criciúma jogando, contra o Cuiabá.

Quinta tem mais Fico imaginando agora, o que pode ser, quinta-feira, em Campinas, diante da ponte Preta. E aí, não tem como não ficar muito preocupado. Não por causa da Macaca, mas, sim, pelo Criciúma, que outra vez foi um time lento, criando quase nada, sem intensidade, sem quase nada. Me preocupo, claro, com a Ponte Preta, mas muito mais com o time do Criciúma. O técnico, Gilson Kleina, tem que rever conceitos, repensar sobre suas mudanças, para que não passemos vergonha, na quinta-feira, em Campinas.

Está chegando a hora

Pois é, o técnico, Gilson Kleina está treinando seu time, num esquema diferente. Aliás, um esquema que há muito tempo não vemos o Criciúma jogar, que é o esquema com tres zagueiros. Eu, particularmente, gosto do esquema 3/5/2. No entanto, não esperava que esse esquema fosse utilizado assim, tão de repente, como parece ser o caso, caso seja esse esquema, mesmo, para o jogo de estréia no campeonato brasileiro, neste sábado, diante do Cuiabá. Será quer vai dar certo, com pouco tempo de treino? Vai dar certo com Maicon de zagueiro? Não seria melhor com Sandro, Derlan, e Léo Santos, zagueiros de origem? São perguntas que estão no ar, e cujas respostas teremos no jogo contra o Cuiabá. Tenho dúvidas, em relação à forma como o esquema está sendo montado, mas torço para que dê certo.

Decisão sem o Tigre

Em busca de sócios Recebemos o diretor comercial e de marketing do Criciúma, no Eldorado Debate, Julio Remor, que nos trouxe informações importantes, sobre mudanças que ocorrerão, dentro de algum tempo, para facilitar a vida do torcedor e do sócio do Tigre. Será muito mais fácil, também para quem quiser se associar, pois tudo poderá ser feito por um aplicativo no aparelho celular. A verdade é que o clube precisa de sócios. Bem mais do que tem hoje. Com o futebol caro, como está, não tem outro jeito. É preciso montar um quadro de sócios, no caso do Criciúma, com pelo menos 10 mil membros.

Eldorado na Praça É o nome de um programa tradicional da rádio Eldorado. E será com ele, que estaremos no pátio do estádio Heriberto Hülse, sábado, das 10 ao meio dia, reunindo toda a nossa equipe de esportes, para falarmos sobre o jogo de estréia do Tigre, no campeonato brasileiro, e para conversarmos com o torcedor do tricolor mais querido, com novidades e sorteio de brindes. Convite feito para o torcedor, ouvinte da rádio Eldorado, estar conosco.

Deu Avaí

Será sábado, às quatro e meia da tarde, a estreia do Criciúma na série B do campeonato brasileiro. Não existe mais esse negócio de jogo fácil, no futebol brasileiro. Nosso futebol empobreceu e está nivelado por baixo. No entanto, o Tigre joga em sua casa, junto ao seu torcedor, e não dá para aceitar, estrear em casa, com derrota para o desconhecido Cuiabá. Com todo o respeito que o adversário mereça, mas, neste tipo de jogo, a estreia tem que ser vitoriosa. Mesmo sabendo que há dúvidas, que jogadores que vieram recentemente, ainda não estão no ponto, no aspecto físico, e sem o entrosamento ideal, o Criciúma precisa estrear com vitória, diante do Cuiabá. Minha aposta é de começar a série B nacional, com três pontos. Qualquer outra situação, será decepcionante.

Força e foco

Favoritos Esta série B nacional será de muito equilíbrio. A lógica aponta para isso. Serão muitos times na disputa pelo G4. Sport Recife, Vitória, Ponte Preta, RBBragantino, Coritiba, América (MG), Atlético (GO), Criciúm,a e Figueirense, são, no meu ponto de vista, times que entrarão no campeonato, em condições para brigar pelo acesso. Vejam que são nove times, deixando de lado, por exemplo, Vila Nova e Londrina, que estão sempre brigando em cima, e o Guarani, que tem nome e tradição.

Sócio tricolor O grande lance para o torcedor do Criciúma, é ser sócio. É mais barato para assistir os jogos do Tigre, e ainda, com uma série de benefícios, com descontos no comércio e escolas, entre outros. Acho legal o torcedor ter a sua carteira de sócio do clube. Além do mais, time de futebol algum, consegue sobreviver hoje, sem ter um quadro de sócios que imponha respeito, e dê o suporte financeiro que a direção necessita. Futebol hoje, é um negócio muito caro. Se não tiver estrutura, e um bom quadro de sócios, não vai.

Não deu

Bem que poderia ser o Criciúma, decidindo o campeonato, no próximo domingo. Mas, sejamos sinceros, o Tigre, pelo início muito ruim, no comando anterior, do futebol, chegou até longe demais. Gilson Kleina e seus comandados, surpreenderam, pela melhora, com tantos problemas a serem resolvidos durante o campeonato. Ficaria muito feio, o time ficar fora das semifinais. Pior seria, não ter se classificado. E muito pior, ainda, seria chegar, na última rodada da fase de classificação, correndo risco de rebaixamento.

Semana cheia

Atitude correta e decisiva A decisão do presidente, Jaime Dal Farra, de demitir o Executivo de Futebol, Ney Pandolfo, e a comissão técnica, na época, comandada pelo técnico, Doriva, foi o maior acerto, este ano, do presidente. Fosse um pouco antes, seria melhor. No entanto, entendo a posição do presidente, que esperou o que pôde, até chegar á decisão de demitir, o que, convenhamos, nunca é algo fácil de fazer. Pelo contrário, é muito desgastante.

A final Avaí ou Chapecoense? Quem irá ficar com a taça de campeão catarinense? Eu aposto na Chapecoense, porque acho que tem melhor elenco e melhor time. Mas, é decisão, e será na casa do Leão da Ilha. E numa decisão, ainda mais em se tratando de Santa Catarina, tudo pode acontecer.

Talááááááá

Mas o Criciúma fez uma grande partida na Ressacada, em Florianópolis. O empate em 1 a 1, no tempo normal, foi o resultado mais justo, pelo que fizeram os dois times. O Criciúma começou bem melhor, e até poderia ter aberto o placar. O Avaí parece que se assustou, e demorou para acordar no jogo. Mas, de qualquer forma, o Tigre não foi inferior em nenhum momento. O jogo foi equilibrado, com hora o Avaí melhor, hora o Criciúma melhor. O jogo foi tão equilibrado que nenhum dos dois goleiros teve maior trabalho. Depois, na disputa por penaltes, o Avaí foi mais competente, e vai para a final.

A final Avaí e Chapecoense decidem o campeonato catarinense, no próximo domingo, no estádio da Ressacada. Temos que concordar que os dois melhores do campeonato, chegaram à final. Houve justiça. Claro que queríamos o Criciúma na decisão, mas, por justiça, chegaram os melhores, os dois catarinenses da série A brasileira. Na final, a vantagem do Avaí é jogar em casa, mas a Chapecoense tem mais time, e, pra mim, é a favorita para ficar com o título.

Futuro do Tigre Agora é pensar no campeonato brasileiro. É outra história, e com quinze dias para trabalhar, pensando só nisso, o time vai entrar na competição nacional, com outra condição, sem o peso com que jogou o estadual. O time melhorou muito sob o comando de Gilson Kleina, e deve melhorar ainda mais.

Tigre na briga

Nada melhor que uma vitória, domingo, em Florianópolis, diante do Avaí, para apagar as mágoas e lágrimas, pela desclassificação na Copa do Brasil. É evidente que o Criciúma irá enfrentar um adversário forte, que fez a melhor campanha na fase de classificação do campeonato catarinense. Mas, nós sabemos muito bem como é o futebol. Nem sempre o favorito, ou melhor, vence. Claro que vemos o Tigre cheio de problemas, com jogadores lesionados, alguns cansados, outros fora de forma, mas é hora de buscar a superação.

Outro tipo de jogo Contra a Chapecoense, o Criciúma era obrigado a vencer. Não havia outra solução. No confronto contra o Avaí, na Ressacada, domingo, a história é outra, pois o empate não garante e nem tira ninguém. Se o jogo terminar empatado, a decisão vai para a cobrança de penalidades. Ou seja, a única vantagem do Avaí, é jogar em casa. Então, cabe ao Tigre jogar com inteligência, marcando forte, , atacando também, mas, sem se expor.

Estado de espírito Quem sentiu mais a desclassificação na Copa do Brasil? Acho que é o Avaí, porque era difícil encontrar um torcedor avaiano que não acreditasse na classificação. Pelo que falou o técnico, Geninho, antes do jogo, inclusive em relação ao confronto com o Criciúma, ele também pensava assim.

Jornalismo

A Chapecoense tem mais time, mais elenco, e venceu o jogo, com toda a justiça. Nada a contestar, a não ser o penalte, no início do jogo, desperdiçado por Reis. Tivesse ele, feito o gol, talvez a história fosse outra. Se bem que eu acho que não daria do mesmo jeito, pelo potencial do adversário. O Criciúma tem muitos problemas a serem solucionados, tem suas limitações, que ficam mais evidentes quando enfrenta um time de mais qualidade. A verdade é que o time do oeste não sofreu em nada, para vencer e se classificar. O próprio torcedor entendeu a situação, aplaudindo o time na saída para o vestiário, após o jogo.

O jogo O Criciúma começou o jogo melhor, pressionando a saída de bola da Chapecoense, e foi numa situação dessas, que, a cinco minutos, na pressão de Andrew, em cima do zagueiro Gum, aconteceu a penalidade máxima, que acabou sendo desperdiçada por Reis. A Chapecoense ficou atrás, esperando o contra-ataque, e foi assim, que, no final do primeiro tempo, fez o seu gol. No segundo tempo, o Tigre caiu de produção, sentiu a parte física, a Chape fez o segundo gol, outra vez num contra-ataque, e aí só passeou em campo.

Agora é estadual Outra vez o Criciúma irá enfrentar um time de melhor qualidade, e muito certinho, neste estadual, que é o Avaí, na semifinal de domingo, na Ressacada. Claro que o time da capital é melhor, e não será fácil ganhar deles, em Florianópolis. Mas, como sempre dizemos, o jogo é jogado, e nem sempre o favorito ganha.

A luta diária de quem tem a síndrome de Gillain-Barré

Uma ótima semana, com certeza, para o Criciúma, e sua torcida. Amanhã, em casa, uma decisão, contra a Chapecoense, pela Copa do Brasil, com o Tigre precisando vencer o jogo. E no domingo, em Florianópolis, outra decisão, na semifinal contra o Avaí, na luta para chegar à decisão do campeonato catarinense. Qual o torcedor que não gostaria de ter uma semana assim, como esta? Para amanhã, Heriberto Hülse, com certeza, com o melhor público do ano. No domingo, com invasão da massa carvoeira, na Ressacada.

Prefeito de Forquilhinha assume presidência da AMREC

Sem forçar a barra Como disse o técnico, Gilson Kleina, após o jogo em Tubarão, não dá para forçar muito os jogadores, esta semana. Ele usou a palavra “pijama training”, para explicar a situação. O tempo é curto, o time vem de um jogo desgastante, num gramado péssimo, em Tubarão, onde não tinha como jogar futebol, e serão dois jogos decisivos, amanhã, e domingo. Portanto, é mais conversa e recuperação. Não é fácil administrar a situação, mas é o papel da comissão técnica.

Chape favorita A Chapecoense vem como favorita para o jogo de amanhã. Tem o melhor elenco em Santa Catarina, e joga pelo empate. Além do mais, vem com seu time descansado. Cabe ao Criciúma e à sua torcida, mostrarem força e determinação, para superar este favoritismo.

LARM divulga regulamento e tabela desmembrada do Regional de Futebol de Areia “Praião 2022”

Foi à lá Tigre, como tem sido, com o gol da vitória, num jogo difícil e sofrido, no finalzinho, e de novo num lance com a participação do meia, Daniel Costa, que cobrou a falta, para o gol do zagueiro, Derlan. Méritos, primeiro à direção do clube, que tomou as providências que eram pedidas, mudando o comando do futebol, e a comissão técnica, trazendo João Carlos Maringá, que trouxe, Gilson Kleina, e com eles vieram os reforços. O Tigre mudou, e apesar de ainda ter muito a melhorar, se garantiu na semifinal. E aí, é outro campeonato, sem favoritismo pra ninguém.

Tempos distintos No primeiro tempo, como era o esperado, o Criciúma jogou com mais precaução, sem se arriscar demais. Ainda mais jogando num gramado totalmente sem condições de jogo, com muitas poças d”água. O Hercílio Luz, precisando vencer, foi para o ataque, mas, sem exigir muito do goleiro, Bruno Grassi. Na etapa final, foi diferente, a partir da entrada de Léo Gamalho e Daniel Costa. A bola parou mais na frente, pois Léo Gamalho sempre levou vantagem quando a bola chegou nele. O Tigre atacou mais, foi mais eficiente, por isso venceu.

Agora é na Ressacada No próximo domingo, o jogo da semifinal, onde a única vantagem do Avaí é jogar em sua casa. O Leão da Ilha com a melhor campanha, e o Criciúma em ascensão na reta final. Creio que teremos um jogo de equilíbrio e de respeito, com todas as possibilidades de o Tigre vencer e chegar à final.

Definida fórmula de disputa Regional da LARM de Futebol de Areia 2022

Não há como negar que o Criciúma chega à última rodada da fase de classificação do campeonato catarinense, em alta. O time reagiu com a chegada de João Carlos Maringá, e Gilson Kleina, alcançando o G4 no apagar das luzes. Melhor ainda, depende única e exclusivamente de suas próprias forças, para garantir presença na semifinal, contra o Avaí, que já garantiu o primeiro lugar. Claro que não tem nada garantido. Ainda tem o confronto contra o Hercílio Luz, e para eles também é uma decisão. É preciso trabalho e muita atenção, com foco 100% em tudo.

Reforços Chegaram o goleiro, Paulo Gianezini, oriundo do São Luiz de Ijuí/RS, e o volante, Adilson Goiano, que veio do Novorizontino/SP. Mais dois reforços para o elenco do Tigre. E virão outros, porque é necessário, visando o campeonato brasileiro, que começa este mês. O importante, como sempre afirmo, é contratar jogadores que tenham qualidade, e, me parece que isto está sendo feito. Aos poucos as coisas estão se encaixando.

Criciúma EC

Torcida carvoeira Muita gente já comprou ingressos para o jogo de domingo, em Tubarão. A vitória diante do JEC, e a entrada no G4, empolgou o torcedor. O espaço no estádio Aníbal Costa, para a torcida tricolor, é de pouco mais de 600 ingressos. Não tenho dúvidas de que vai lotar.

Renan Bressan é apresentado oficialmente

Pois é, quem desistiu e saiu antes do apito final do árbitro, perdeu o melhor momento, aliás, o grande momento do jogo de ontem, no Heriberto Hülse. Foi um golaço, um senhor gol, marcado por Daniel Costa, que saiu do banco de reservas, para fazer um gol de falta, daqueles para ver 100 vezes, sem se cansar, pois não é fácil vermos um gol de falta, da distância que a bola estava, numa cobrança tão perfeita, como fez Daniel Costa. Foi um final de jogo como a muito não víamos, e do jeito que já vimos acontecer, nos grandes momentos desse time. Vitória do time e da torcida, que foi um reforço importante, apesar de não ser o público esperado.

O jogo O Criciúma, desde o início, tomou conta do jogo. Só no final da primeira etapa, é que o Tigre cedeu espaço ao JEC, que criou algumas situações, mas nada que exigisse do goleiro, Bruno Grassi. O adversário se postou atrás, jogando por uma bola, tentando fazer seu gol em um contragolpe. O técnico, Gilson Kleina, fez mudanças audaciosas, e o time não se entregou em momento algum. Foi um Tigre forte, de pegada, e premiado com a vitória, fruto de um golaço de falta.

Decisão em Tubarão Fico imaginando como será domingo, em Tubarão. Um jogo daqueles, como se diz na gíria, com o Hercílio Luz lutando para não ser rebaixado, e o Criciúma jogando pela classificação para a semifinal. Certamente, a massa carvoeira irá invadir o estádio Aníbal Costa.

exclusivo

Não há como pensar em um jogo qualquer, ou em um jogo como qualquer outro. Quando se enfrentam Criciúma e Joinville, sempre é um jogo especial. Este confronto tem história. No retrospecto, uma boa vantagem do JEC, que durante anos dominou amplamente o futebol catarinense. A verdade é que, num confronto dessa magnitude, tudo conta. Espero que o Tigre seja superior, seja mais competitivo, e vença, para ir à última rodada do campeonato catarinense, vivo, na briga pela vaga na semifinal. E que o torcedor esteja presente, em grande número.

Força na arquibancada Temos comentado muito, sobre a necessidade de o torcedor do Tigre, estar presente em grande número, na noite de hoje, no Heriberto Hülse. Claro que a torcida é fator que soma, sempre, para qualquer time. E quando se trata da torcida do Criciúma, melhor ainda, pois sabemos como essa torcida é, quando está em grande número no estádio. A promoção pode não ser a mais atraente, mas o preço do ingresso não é caro, pela grandeza do jogo, e de sua importância.

Dois jogaços Além do confronto de hoje, o Tigre tem mais um grande jogo em casa, no dia 10, decisivo pela Copa do Brasil, enfrentando a Chapecoense, na obrigação de vencer. Seria fantástico, o Tigre chegar a esse jogo, classificado para a semifinal do estadual. Aí, com certeza, teríamos casa cheia.

Independente de promoções, espero que tenhamos um grande público, amanhã, no estádio Heriberto Hülse. Jogo decisivo, onde o Criciúma tem que vencer, para ir à última rodada, vivo, para jogar a cartada final, no domingo, em Tubarão, diante do Hercílio Luz. Eu esperava alguma promoção mais atraente, mas, de qualquer forma, o valor de trinta reais, para ver um jogo como esse, não é alto. O problema é que o futebol ficou muito caro, e que muita gente não pode pagar nem esse valor. Entendo os dois lados, e espero que muita gente possa ir para torcer pelo Tigre.

Mão do Kleina É pouco tempo, e é preciso que a torcida siga com calma e paciência. Gilson Kleina está conhecendo, ainda, alguns jogadores, como foi o caso de Gabriel Honório, que entrou contra o Metropolitano, em Blumenau, e foi muito bem. Mas, a mão do técnico já aparece no time. Assim vimos, no jogo de domingo, em Blumenau, mesmo com tantos desfalques, mas, com um time bem arrumado, organizado em campo, e dono absoluto do jogo.

Reforços Com as fases finais da maioria dos campeonatos, como o paulista e gaúcho, o que se espera é que os reforços para o Brasileirão, cheguem logo. No final do mês que está começando, o Criciúma estreia na série B, e o time precisa de reforços nos seus três setores.

A vitória veio, em Blumenau, pelo placar mínimo, mas veio, como era preciso. Foi só de um 1 a 0, mas foi como se fosse de goleada, porque era o único resultado que interessava. Por justiça, pelo domínio que o time teve, e pelas várias chances de gols, o placar teria que ser dilatado, pois poderia ter feito, no mínimo, 3 a 0. Mas, a vitória é o que interessava, e ela veio. Uma pena que o Marcílio Dias venceu o JEC, em Joinville, mas são duas rodadas para terminar a fase de classificação, e na última rodada o Marinheiro pega o Figueirense, na capital. Vai pegar fogo nas duas últimas rodadas.

O jogo O Criciúma teve o controle da partida, em todo o jogo. O goleiro, Vinícius, não teve trabalho algum, sendo muito mais um expectador. Fez uma defesa fácil, e cortou três ou quatro cruzamentos na sua área. O Tigre mandou no jogo. Deixou os três zagueiros ficarem trocando passes até a intermediária, indo somente na boa. Na etapa final, Andrew e Julimar ficaram liberados para atacar mais, e aí, o time criou várias jogadas de contra ataques, e chances de gols.

Quarta para encher o Majestoso Na quarta-feira, outra decisão para o Criciúma. O jogo contra o Joinville é outra “final de Copa do Mundo”. De novo, o Tigre tem que vencer, e num clássico sempre muito difícil, contra o Joinville. É a hora de a torcida carvoeira encher o estádio. Este jogo tem que ser para o melhor público do ano.

Apesar da tristeza de todos, pela morte do radialista, Rafael Henzel, que era um dos sobreviventes da tragédia aérea da Chapecoense, em 2016, vimos a emoção dos torcedores, na Arena Condá, com um grande jogo entre Chapecoense e Criciúma, pela Copa do Brasil. O Tigre fez um primeiro tempo muito ruim, quando o time do oeste fez 2 a 0. Quando se esperava que o Criciúma voltasse com mudanças, para a etapa final, o time voltou igual, e só foi reagir quando saiu Daniel Costa, entrando Vinícius. E melhorou muito, com o Tigre crescendo e empatando. Quando estava melhor, sofreu o terceiro gol.

Aberta a briga para o jogo da volta Seria muito bom o empate, que parecia estar nas mãos do Criciúma. Doeu, perder o jogo, nos apagar das luzes, no entanto, é preciso reconhecer que a briga está aberta. A Chapecoense, no jogo do dia 10 de abril, terá a vantagem do empate, mas a decisão será no Heriberto Hülse. Até lá, os reforços já estarão melhor condicionados, e Léo Gamalho certamente estará em campo. E, com certeza, com uma força grande nas arquibancadas.

Decisão domingo Como os adversários deram mole, o Tigre vai para Blumenau com todas as chances de entrar no G4 do campeonato catarinense. Se vencer o Metropolitano, o Criciúma segue brigando pela vaga na semifinal. Não ganhou em Brusque, e perdeu para o Avaí, em casa. Chegou a hora de vencer.

HISTÓRIA DE VIDA

Sou Dante Bragatto Neto, tenho 57 anos, natural de Marilândia do Sul, no Paraná. Iniciei no ramo na rádio Ubá de Ivaiporã, no Paraná, em 1977, aos 17 anos, como apresentador e repórter esportivo. Depois, comecei a atuar como narrador e também comentarista. Em Santa Catarina, atuo desde 1984. Esta é minha terceira passagem pela Rádio Eldorado, para onde retornei em 2008, atuando hoje como apresentador e narrador esportivo.

Principais questões

+
✅ Acho que é o Avaí, porque era difícil encontrar um torcedor avaiano que não acreditasse na classificação. Pelo que falou o técnico, Geninho, antes do jogo, inclusive em relação ao confronto com o Criciúma, ele também pensava assim.


🌏 Compartilhar:
Publicar comentário
Procurar


Outubro 2022
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930311234

Interessante
banner
Interessante
08-02-2022
Poker com dinheiro real, Bonus sem deposito
Poker com dinheiro real, Bonus sem deposito

Bonus sem deposito de poker - uma oportunidade unica para começar uma carreira no poker sem usar o seu dinheiro e a não se pode recusar estas propostas...

08-02-2022
TransferWise bônus; Duplicidade de pagamento
TransferWise bônus; Duplicidade de pagamento

Dia 16 de março completei uma transferencia que havia começado dois dias anteriores no aplicativo da Transferwise...

16-02-2022
Casas apostas legais portugal, Casas de Apostas Online: como escolher a sua em 2021?
Casas apostas legais portugal, Casas de Apostas Online: como escolher a sua em 2021?

Portugal é cada vez mais um país que procura os meios online para aceder aos jogos da sorte...

16-02-2022
Futebol em direto gratis | Please wait.
Futebol em direto gratis | Please wait.

Baixe o aplicativo RecargaPay para poder recarregar TVs pré-pagas, como Claro, Oi, SKY e muito mais...

07-02-2022
Preco da quina 2018; Quina Concurso 4796: prêmio acumula para R$ 3 milhões; confira resultado
Preco da quina 2018; Quina Concurso 4796: prêmio acumula para R$ 3 milhões; confira resultado

No sorteio do Concurso 4793 da Quina, realizado quinta, 4 de outubro (04/10), uma pessoa de Caruaru, em Pernambuco, acertou os cinco números e faturou sozinha R$ 2 165 652,37...

03-02-2022
Assistir jogo online gratis. Assistir futebol ao vivo grátis online sem travar em HD no PC ou celular
Assistir jogo online gratis. Assistir futebol ao vivo grátis online sem travar em HD no PC ou celular

Veja futebol online grátis no seu PC ou celular sem travar em qualidade HD...